Isso não é um Bang-Bang?

Sério? Não dá para acreditar que um adulto seja tão adolescente! Ocioso? Bobo!

Se o presidente pode perguntar sobre fetiches na redes sociais, eu posso afirmar o que estou vendo!

Sacanagem!

Estou triste, com todo o respeito as pessoas em geral, respeito até aqueles que querem a morte de bandido pobre, não sou eu o carrasco! Nem o júri…

Poderia até pedir perdão, o ministro da justiça iria me perdoar! Perdoar a minha indignação, a minha falta de imaginação! Como posso imaginar que um homem mau, se passa por homem bom, com um discurso raivoso ele ganhou a simpatia! Simpatia de quem não é simpatizante, simpatia sem empatia!

Ganhou o amor que mata e o ódio que cala a boca de quem acordou de um transe!

De frases em frases a mentira que foi verdade um dia, perde a maquiagem, pois no fim, não existem meias verdades! Como, eles mesmos sempre disseram: Não há provas, mas existe convicção!

Sou convicto que homens com fuzis matam mulheres que lutam! Mulheres que não merecem ser estupradas, mas mereciam ser mortas! E mortas estão! Silenciadas! E o presidente diz que é mimimi esse tal feminicídio, disse em vídeo, gravado, registrado e eternizado!

Questionado, sobre o caso de seus vizinhos, ele sorriu e questionou sobre quem tentou matar ele, questionou sobre facadas que pode ser mentira! Já foram tantas que nem me espantaria!

Não me espantaria de o tal espadachim fosse vizinho do ex presidente, queria saber o que um terço da população iria dizer! Mas nem acredito que ele tenha algo com o assassinato, mesmo sabendo da limitação intelectual dele e dos seus, não creio que ele seria tão burro! Ou seria?

Me lembrei do filme Tropa de Elite 2, me lembrei de tempos de Império Romano! Me lembrei que Deus ficou triste quando o povo pediu um governante!

Mas vou falar é da minha vida, não conheço miliciano, não conheço comunista, conheço muitos fascistas e falsos moralistas, mas que estou pasmo com a estupidez instalada no Brasil que sinto enjoo só por saber que ainda existe quem chama um presidente comprovadamente mentiroso de “nosso presidente”!

Meu cotidiano para ser bom depende da minha esposa, da minha mulher! Eu basicamente dependo dela para viver… Digo, sobreviver!

O mundo pode ser datado em AC-DC e em antes e após Tábita, de mil amores que pensei ter vivido, hoje entendi o que é esse tal amor! E com ela voltei a sentir, voltei a fazer sentido!

Pode medir tranquilamente, minha caminhada começou a dar certo, após ela entrar no meu caminho! Entrou já como se fosse dona do meu coração, tomou logo a posse! E eu me entreguei, vi em sua simplicidade e em seu instinto primário uma companheira de viagem! Uma parceira da luta livre da vida! Alguém que vai ser a grande mulher atrás de um grande homem!

Me sinto grande ao seu lado, não me sinto maior! Me sinto apenas grande! Ela me faz grande! Com sua grandeza!

Ela me segura na beira do precipício! Ela me mantém fora do pulo ao rumo da loucura!

Porque dá pra ficar doido com tudo isso, insanidade é a palavra correta! Por um lado o amor e por outro o ódio! Matam por amor, resistem pelo ódio! Ela é grande, assim como todas as grandes mulheres! Eu perto dela me torno especial, ela me faz sentir especial!

É pra ela que conto meus planos, é pra ela que conto meus sonhos, é pra ela que irei realizá-los!

Se eu não for censurado! Pela política, pela religião ou pela família!

  • Estevão Alves é um cidadão do mundo, pensador, libertário, resolvido com Deus! Hoje, radicado em Amsterdam e Colaborador do site Na Pauta Online – NL