Boris Johnson não ordenará confinamento se houver novo surto

Em 19 de Julho, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson não quer ter de impor um segundo confinamento nacional no caso de um novo surto do coronavírus, afirmou numa entrevista publicada no domingo pelo The Sunday Telegraph.

O líder conservador comparou a possibilidade de uma segunda contenção nacional com um “dissuasor nuclear”.

As suas palavras vêm depois de um relatório encomendado esta semana pelo principal conselheiro científico do executivo, Patrick Vallance, advertiu que existe um “risco” de que uma nova onda de COVID-19 este Inverno seja mais grave do que a primeira e possa matar mais 120.000 pessoas, o que torna necessário tomar medidas restritivas.

Fonte: EFE