Chef Aprendiz sugere receitas para a família cozinhar junto no Dia das Mães

Chef Aprendiz

O Dia das Mães é uma das celebrações mais importantes no Brasil. Em 2021, a comemoração acontece no dia 9 de maio e como tradição, um almoço especial não pode faltar. Algumas famílias possuem pratos especiais que despertam a nossa memória afetiva, e algumas ainda estão em busca de uma nova receita, que se desprenda um pouco da tradicional macarronada.

Para a ocasião, a chef Carolina Perez, do Projeto Chef Aprendiz sugere o  “Nhoque de Mandioquinha”, uma receita saborosa e com um sabor marcante do manjericão como prato principal. O Chef Aprendiz é um projeto de desenvolvimento humano e inserção social que usa a gastronomia como a principal ferramenta para capacitar jovens em situação de vulnerabilidade social para conseguirem seu primeiro emprego em cozinhas de estabelecimentos parceiros.

Confira a seguir o passo a passo:

Ingredientes:

Para o Nhoque

  • 1,5 kg de mandioquinha (batata-baroa)
  • 2 gemas
  • 1 ¼ de xícara (chá) de farinha de trigo

*Reservar mais um pouco de farinha de trigo para polvilhar a bancada.

Para o Molho Pesto

  • 2 xícaras (chá) de manjericão
  • ½ xícara (chá) de castanhas (pode ser de caju, do Pará, ou nozes)
  • 100 gramas de queijo parmesão ralado
  • 2 dentes de alho
  • 2 xícaras (chá) de azeite
  • Sal a gosto

Modo de preparo

Nhoque

  • Higienizar, descascar e cortar as mandioquinhas em pedaços.
  • Em seguida, coloque em uma panela e cubra com água. Leve ao fogo alto. Assim que ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por mais ou menos 30 minutos, até ficarem macias.
  • Escorrer bem a água das mandioquinhas utilizando uma peneira. Depois de escorrida e secas, passe os pedaços da mandioquinha, ainda quentes, por um espremedor de batatas e tempere com o sal.
  • Acrescente ¼ de xícara (chá) da farinha de trigo e misture bem. Adicione as gemas e amasse bem. Junte o restante da farinha aos poucos, até dar ponto. O ponto correto da massa é quando ao modelar uma bolinha ela não grude nas mãos. A quantidade de farinha de trigo utilizada na receita pode variar – evite adicionar em excesso, pois a massa ainda vai absorver farinha na hora de modelar.

Para a modelagem:

  • Polvilhe a bancada com farinha de trigo. Retire uma porção de massa e, com as mãos, faça rolinhos de cerca de 1 cm de diâmetro. Com uma faca corte os rolinhos a cada 2 cm.
  • Transfira os nhoques para uma assadeira grande polvilhada com farinha e reserve
  • Leve uma panela grande com água ao fogo alto. Unte uma assadeira com óleo. Assim que a água ferver, adicione 1 colher (sopa) de sal
  • Com uma escumadeira, mergulhe cerca de 10 nhoques por vez na água fervente. Deixe cozinhar até subirem à superfície.
  • Retire os nhoques, escorrendo bem a água pela escumadeira e transfira para a assadeira untada com óleo. Repita o procedimento até que todos os nhoques estejam cozidos. Reserve.
  • Sirva molho pesto e lascas de queijo parmesão a gosto.

 Molho Pesto

  • Lave e seque bem as folhas de manjericão
  • Descasque os dentes de alho.
  • Utilizando um processador de alimentos (mixer ou liquidificador) bata primeiro o azeite com as castanhas, os dentes de alho e o queijo parmesão até triturar. Junte as folhas de manjericão e bata novamente até formar um molho
  • Acerte o sal e finalize.

Dica para congelar o Nhoque:

  • Distribua os nhoques ainda crus em uma assadeira e leve ao congelador. Assim que endurecer, transfira para um saco plástico e mantenha no congelador por até 3 meses. Na hora de usar, é do congelador para a panela: basta mergulhar em água fervente com sal.

Dica para armazenar o Molho Pesto:

  • Transfira o molho para um pote com fechamento hermético e cubra com uma camada de azeite – assim o manjericão não oxida. A receita pode ser armazenada na geladeira por até 30 dias.

Rendimento: 4 porções

 Chef Aprendiz Comunidades

Somos um projeto de desenvolvimento humano e inserção social que usa a gastronomia como a principal ferramenta. Capacitamos jovens em situação de vulnerabilidade social para conseguirem seu primeiro emprego em cozinhas de parceiros. Ao longo de quase seis meses os 20 jovens vivenciam aulas teóricas e práticas sobre gastronomia e autodesenvolvimento de modo a prepará-los para o mercado e para a vida. Uma competição final coloca à prova os conhecimentos  adquiridos durante as oficinas, e encerra o processo com chave de ouro. Os jurados presentes oferecem vagas de empregos para os jovens que querem iniciar uma carreira como auxiliar de cozinha.

Já atuamos em sete comunidades (Paraisópolis, Campo Limpo, Glicério, Jd. Colombo, Valo Velho, Capão Redondo e Chuvisco) e 90% dos alunos receberam oportunidades na área. Alguns iniciaram na gastronomia e seguiram por outros caminhos, como enfermagem, engenharia e psicologia. Temos aproximadamente 80% dos jovens trabalhando ou participando de entrevista, mesmo com o cenário da pandemia. Para saber mais: assista o vídeo e visite o site

Casa Chef Aprendiz

Já em processo de finalização, a Casa Chef Aprendiz é um espaço que contará com atividades de reciclagem e apoio psicológico aos jovens que já passaram pelo projeto, além de cozinha de pré produção para eventos. Pensando no mundo digital e nas demandas do mercado, teremos uma cozinha modelo com a possibilidade de produção de conteúdos digitais junto aos nossos parceiros e para desenvolvimento de workshops. A ideia é que esta casa seja ocupada por nossa equipe, jovens, parceiros e amigos com a finalidade de fortalecer os nossos vínculos e sustentar nossas ações no longo prazo.