Grama sintética é utilizada por três grandes times de São Paulo e também pela Seleção Brasileira

Essa tecnologia veio para ficar e traz ótimos benefícios ao principal protagonista: o atleta.

O futebol é um dos maiores eventos esportivos do mundo, e o gramado é a principal ferramenta para que as partidas aconteçam com segurança.

O gramado, como instrumento de trabalho dos atletas, precisa oferecer segurança em minimizar o risco de lesões e ser bem cuidado para permitir o máximo de desempenho. Boas condições contribuem para um melhor resultado.

Um gramado natural de qualidade exige muita manutenção e alto investimento.

Por sua vez, com tantas mudanças no meio esportivo, a grama sintética chegou ao mercado e quebrou o paradigma de que a “grama boa é aquela plantada”.

A Soccer Grass atua desde 1995 (há mais de 25 anos) como marca referência no mercado com responsabilidade     e socioambiental e inovação tecnológica. A grama sintética da Soccer Grass se aproxima muito do gramado natural no tocante à drenagem, temperatura ideal, entre outros pontos. Além disso, permite a tradicional irrigação antes dos jogos e proporciona ótima rolagem da bola, resistência, durabilidade e beleza.

“Comprovamos no Allianz Parque que esse sistema de gramado sintético veio para ficar, adquirindo esse tipo de gramado os clubes só têm a ganhar, principalmente no que diz respeito a economia e como um grande facilitador para a realização de eventos sem atrapalhar o calendário de jogos, proporcionando novas receitas para os clubes em suas Arenas”, afirma Alessandro Oliveira, CEO da Soccer Grass.

“Outro ponto importante a destacar é a razão pela qual alguns times já optaram por esse sistema. Por exemplo, o Palmeiras tem a grama instalada no estádio e no CT (Centro de Treinamento). Os gramados em questão foram homologados pela FIFA e, além disso, o do estádio já foi palco de várias competições como: Libertadores da América, Campeonato Brasileiro e Paulista. Temos outros grandes projetos em nosso portfólio, como o CT do Corinthians, clube social do São Paulo e também na Granja Comary, o CT da Seleção Brasileira”, completa.